Sou expert em dormir, comer e reclamar. Sou a rainha da ironia, da frieza e da brutalidade. Domino a arte de não fazer absolutamente nada. Sou tão desastrada que caio até em superfícies planas. Choro por besteira e ainda assisto desenhos infantis. Mas quer saber? É meu jeito de ser, e não mudo por ninguém. Prefiro ser taxada de “estranha” do que de “normal”. Leila Serra, 13, Brasil.

{ on / hits }




Theme by EndsTonight Copyright © 2012.

»

Rei das ppkas.
Phelps Schneider. (via became-insane)

(Source: mrs-fucker)


Quote em 1/11| 162 notes |Reblog

"No ensino fundamental, tinha um garoto no meu ônibus que sempre corria o mais rápido possível para casa, tropeçando. Nós ríamos dele todos os dias. Nós não sabíamos que ele corria porque ele queria ter certeza de que sua irmã não tinha se suicidado enquanto ele estava na escola. Um dia, ele faltou na escola. Uma semana depois, ele voltou. Ele tinha parado de correr." 


Post em 31/10| 0 notes |Reblog

“Você é os brinquedos que brincou, as gírias que usava, você é os nervos a flor da pele no vestibular, os segredos que guardou, você é sua praia preferida, Garopaba, Maresias, Ipanema, você é o renascido depois do acidente que escapou, aquele amor atordoado que viveu, a conversa séria que teve um dia com seu pai, você é o que você lembra. Você é a saudade que sente da sua mãe, o sonho desfeito quase no altar, a infância que você recorda, a dor de não ter dado certo, de não ter falado na hora, você é aquilo que foi amputado no passado, a emoção de um trecho de livro, a cena de rua que lhe arrancou lágrimas, você é o que você chora. Você é o abraço inesperado, a força dada para o amigo que precisa, você é o pelo do braço que eriça, a sensibilidade que grita, o carinho que permuta, você é as palavras ditas para ajudar, os gritos destrancados da garganta, os pedaços que junta, você é o orgasmo, a gargalhada, o beijo, você é o que você desnuda. Você é a raiva de não ter alcançado, a impotência de não conseguir mudar, você é o desprezo pelo o que os outros mentem, o desapontamento com o governo, o ódio que tudo isso dá, você é aquele que rema, que cansado não desiste, você é a indignação com o lixo jogado do carro, a ardência da revolta, você é o que você queima. Você é aquilo que reivindica, o que consegue gerar através da sua verdade e da sua luta, você é os direitos que tem, os deveres que se obriga, você é a estrada por onde corre atrás, serpenteia, atalha, busca, você é o que você pleiteia. Você não é só o que come e o que veste. Você é o que você requer, recruta, rabisca, traga, goza e lê. Você é o que ninguém vê.”

— Martha Medeiros. (via sonhosdeuma-princesa )


Post em 11/10| 0 notes |Reblog

(Source: sou-inseguro, via acumulou)


Vídeo em 9/10| 43,407 notes |Reblog
Sou direta. Fria. Seca. E nada disso é novidade pra ninguém. É só o meu jeito.
Tati Bernardi.  (via adverbos)

(Source: meu-querer-sera-sempre-voce, via negativas)


Quote em 9/10| 1,616 notes |Reblog

(via negativas)


Photo em 9/10| 75,315 notes |Reblog
Eu penso em você desde o amanhecer, até quando eu me deito.
—Marisa Monte   (via felicidadeadois)

(Source: frescurei, via felicidadeadois)


Quote em 9/10| 9,928 notes |Reblog

realizes:

My blog will make you realize how beautiful you are!

(Source: teenage-corpse, via realizes)


Photo em 9/10| 407,849 notes |Reblog
Vai me ver com seus olhos ou com os olhos dos outros?
Paulo Leminski. (via agonizador)

(Source: paulo-leminski, via agonizador)


Quote em 9/10| 13,465 notes |Reblog
Eu era uma boa pessoa com um bom coração.
Cartas dos Derrotados.   (via frescurei)

(Source: ROMEUEMCRISE, via frescurei)


Quote em 9/10| 28,326 notes |Reblog